Translate

NYT > Politics

quarta-feira, 3 de agosto de 2016



UM AMOR IMAGINÁVEL

Cristo morreu em nosso favor quando éramos pecadores.

                                                 Romanos 5:8

Eu conheço pessoas que não fazem favor a outros, se não houver um interesse ou se não tiver um ganho para si, tudo é feito na base de troca de favores. e  OUTROS QUE NÃO FAZEM FAVOR A NINGUÉM E DE FORMA NENHUMA.
Beneficência e  ajuda são palavras descartadas do vocabulário destas pessoas. Secas, duras consigo mesmas e com o próximo. A maioria delas chegam ao fim da vida sozinhas e abandonadas, solitárias por que a vida toda desconheceram o valor da amizade, do amor ao próximo.
Onde eu moro, pessoas idosas vivem sozinhas, quando morrem deixam seus bens para o estado o aos aproveitadores. Triste ver uma pessoa que viveu noventa anos, e no dia em que foi ser sepultada, só havia o corpo e o coveiro e uma cova no cemitério. Não deixou nenhum legado que servisse de exemplo a ninguém a não ser a mesquinhez, dureza de coração, orgulho e arrogância.
O amor que Cristo ensinou é outro. O amor que Cristo deu como exemplo é diferente.
O amor de Cristo não é assim. O amor de Cristo é: sem nenhuma condição, nenhuma expectativa, nenhuma intenção e sem nenhum segredo.
O amor de Cristo por nós é aberto, é limpo. " Amo você", Jesus diz. "Mesmo se você me decepcionar.
Jesus Cristo diz a você hoje: " AMO VOCÊ, APESAR DE SEUS DEFEITOS". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário